Câmara aprova a criação do Programa Bicicleta Brasil de autoria do Deputado Jaiminho Martins; Texto vai ao Senado

Publicado dia 7 de Junho de 2017
Publicado por: Elias Costa / Assessoria de Imprensa

TAG's: Bicicleta Brasil, Jaiminho Martins, Bike, Deputado
Última Atualização: 8 de Junho de 2017

O PBB será financiado por multas, e a execução ficará sob responsabilidade dos setores públicos e privados ligados ao trânsito e à mobilidade urbana
Jaiminho Martins defende a bandeira dos transportes sustentáveis e não-poluentes

Jaiminho Martins defende a bandeira dos transportes sustentáveis e não-poluentes

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou nesta quarta-feira (7), em caráter conclusivo, a criação do Programa Bicicleta Brasil (PBB) em municípios com mais de 20 mil habitantes. O Projeto de Lei 6474/09, do deputado Jaiminho Martins (PSD-MG), segue agora para análise do Senado.

O PBB será financiado com 15% do valor arrecadado com multas de trânsito. Entre outros objetivos, pretende promover a integração das bicicletas ao sistema de transporte público coletivo; apoiar estados e municípios na instalação de bicicletários públicos e na construção de ciclovias e ciclofaixas; e promover campanhas de divulgação dos benefícios do uso da bicicleta.

Para o deputado federal Jaime Martins, as ruas são sim para os ciclistas e que deveriam haver mais bicicletas do que carros. Além de adaptar as vias, o objetivo também é mostrar o quanto esse projeto é importante para o meio ambiente. “Com o projeto Bicicleta Brasil, nós estamos tentando institucionalizar a bicicleta como meio de transporte para o trabalhador, para o estudante, um meio de transporte saudável e amigável em relação ao meio ambiente. Não produz gases que provocam o efeito estufa, então ajuda a reduzir os engarrafamentos, os congestionamentos”, ressaltou.
 
A proposta também inclui essas atribuições entre as atividades que podem ser financiadas com recursos da Cide-Combustíveis, por meio de alteração na lei que fixa os critérios desse tributo (Lei 10.636/02), e no Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97). A execução do PBB será responsabilidade dos setores públicos e privados ligados ao trânsito e à mobilidade urbana.

Parecer favorável

Relator na CCJ, o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) apresentou parecer pela constitucionalidade e juridicidade do projeto e da emenda aprovada na Comissão de Desenvolvimento Urbano.

A emenda alterou o texto apenas para deixar clara a necessidade de o plano de transporte público integrado previsto no Estatuto da Cidade (Lei 10.257/01) contemplar a implantação de ciclovias e a promoção do transporte cicloviário nas cidades com mais de 500 mil habitantes.
 
Com informações da Agência Câmara
 
Atuação

São dezenas de municípios beneficiados pelas emendas além de vários projetos de lei que garantem a todos nós mais cidadania e respeito!

Visualizar
Atuação E aqui Deputado?

Saiba como o deputado tem atuado perto de você

Junte-se a nós!
Receba nosso informativo
Fale com o Jaiminho!